O que são implantes dentários?

São raízes artificiais feitas de um material chamado titânio. Sua colocação pode ser feita nos ossos da mandíbula ou da maxila. A sua união ao osso (ósseointegração) se dá através de algumas semanas e pode ser feito (dependendo do caso) de ativação imediata, isto é, o implante é colocado no osso do paciente e sua ativação se dá no mesmo dia da inserção do implante através de uma prótese provisória.

É possível colocar implantes dentários sem incisão ou cortes longos?

Com o avanço da tecnologia de diagnóstico por imagem e principalmente investimento em conhecimento técnico- científico, é perfeitamente viável colocar implantes sem incisão e possivelmente ativá-los (carga imediata).
O paciente pode sair reabilitado (com todos os dentes) no mesmo dia sem dor e sem suturas. 

É caro colocar implantes dentários?

Se o paciente imaginar a longo prazo, pode-se dizer que o implante dentário não é caro. Um implante dentário, quando bem cuidado e bem executado é pro resto da vida, sem levar em consideração (isto serve para outros tratamentos odontológicos), bem estar físico (melhor digestão), bem estar psicológico, estético, segurança, SAÚDE, entre outros. Tudo vai ser uma questão de prioridade e planejamento pessoal. Todos os pacientes que realizaram implantes, e consequentemente extensas reabilitações para voltar a mastigar e se sentir bem inclusive no aspecto psicológico, costumam dizer que foi o melhor investimento que fizeram na vida deles.

Acabei de Extrair os dentes, posso esperar muito para colocação dos implantes dentários?

Não. É fato comprovado, que a falta do elemento dental, faz com que o osso reabsorva, isto é, diminua de tamanho tanto em altura como espessura, pois não há mais estímulo na região. Hoje já existem técnicas que APÓS A EXTRAÇÃO DO DENTE, instala-se o implante imediatamente e dependendo do caso, ativa-se o mesmo, evitando consideravelmente o tempo de tratamento. Infelizmente as pessoas adiam muito a colocação de implantes, sendo necessário mais tarde o uso de técnicas mais apuradas e consequentemente mais dispendiosas.

Por quê o planejamento protético é importante?

A prótese (futuro dente que vai ser colocado em cima do implante), é tão importante quanto a colocação do próprio implante, pois é ela que vai determinar a posição correta dos implantes em questão. Outro fato importantíssimo, é a qualidade da prótese, já que ela, deverá ser um material duradouro, estético e totalmente biocompatível.

Qualquer pessoa pode colocar implante dentário? É seguro?

Desde que a pessoa tenha condições de saúde adequada e osso, qualquer indivíduo pode colocar implantes. Em relação a segurança, pesquisas mundiais indicam o sucesso de 97% no tratamento quando se segue o protocolo correto, portanto conclue-se que é um procedimento extremamente seguro.

Eu fumo e quero colocar implantes, posso?

Pode, porém a probabilidade de sucesso diminue. O fato de a pessoa fumar faz com que ocorra uma pressão negativa dentro da boca, e dentre outros agravantes a liberação de um hormônio que faz diminuir a circulação de sangue na região.O ideal é o paciente ter uma conversa sincera com o profissional que irá executar o caso, pra que todos o prós e contras sejam explicados.

Os implantes de carga imediata são uma realidade?

Podemos dizer que sim, desde que bem indicados os implantes podem ser utilizados sem o menor problema, minimizando o tempo consideravelmente do tratamento.

Planejamento

Esta fase se dá pela análise geral do paciente e se divide em duas parte:

Exame clínico- Através de uma anamnese (perguntas) se tem conhecimento das características do paciente e será feito um exame minuncioso das estruturas orais.

Exames complementares- são exames que vão garantir o sucesso do tratamento; esses exames vão desde uma tomografia computadorizada (verifica a quantidade e qualidade óssea, se a quantidade não for suficiente parte-se para o enxerto ósseo), até os exames de sangue de rotina.

Colocação do  implante Dentário

Por meio de uma cirurgia, sob anestesia local, um guia cirúrgico é colocado na boca do paciente e através dele serão executadas as perfurações ósseas com brocas especiais controladas por um motor computadorizado que executa a rotação perfeita para o leito ósseo.

Reabertura dos implantes de carga não imediata

Se dá pela segunda fase cirúrgica com no mínimo 3 ou no máximo 6 meses.
É colocado um conector que já pode ser um pilar, através de um pequena abertura gengival.
Dependendo da sua função esse pilar poderá ser de titânio ou de zircônia (este último além de estético, apresenta um compatibilidade tecidual extremamente interessante) juntamente com uma prótese provisória.

Moldagem

É executada quando os contornos gengivais estiverem cicatrizados e apresentarem condições favoráveis a uma prótese definitiva.

Prótese definitiva

Hoje existem diversos tipos de prótese cada uma com sua particularidade .
Cabe ao profissional manter uma atualização científica constante para poder acompanhar os avanços tecnológicos, principalmente nesta área de implantodontia.